Postagens

Quetamina e o controle da dor

Imagem
A quetamina é um fármaco bastante conhecido por seu uso na anestesia , contudo nos dias atuais também tem sido utilizada como fármaco adjuvante no controle da dor aguda e crônica. Tanto na medicina como na veterinária há muitas perguntas a serem esclarecidas sobre o seu uso. Acabou de sair o Consenso do uso de quetamina no controle da dor aguda e crônica no homem. Com base em estudos realizados algumas respostas podem nos ajudar a respaldar e avaliar o uso de quetamina em nossos pacientes para auxiliar no controle da dor. Boa leitura.

Consensus Guidelines on the Use of Intravenous Ketamine Infusions for Acute Pain Management From the American Society of Regional Anesthesia and Pain Medicine, the American Academy of Pain Medicine, and the American Society of Anesthesiologistshttps://journals.lww.com/rapm/Fulltext/2018/07000/Consensus_Guidelines_on_the_Use_of_Intravenous.11.aspx

Consensus Guidelines on the Use of Intravenous Ketamine Infusions for Chronic Pain From the American Society of…

COMO RECONHECER A DOR EM CÃES E GATOS?

Imagem
          Na grande maioria das vezes (exceção às crianças muito pequenas e pessoas com dificuldade no raciocínio e verbalização p. ex.), a dor no homem pode ser identificada, localizada e mensuração com alguma facilidade. E mesmo assim, em algumas situações isso pode ser difícil!!!! Nos animais isso pode ser mais complicado, mas não impossível. Existem muitas ferramentas para identificar e mensurar a dor também nos animais, mas com certeza a mudança de comportamento é o mais importante sinal de que algo relacionado à dor pode estar ocorrendo. A dor deve ser sempre avaliada pelo médico veterinário quando o tutor procura pelos seus serviços. E lógico, sempre deve ser considerada em qualquer tipo de trauma, câncer e procedimentos cirúrgicos. É realmente um grande problema e, até um fator antiético, quando um colega não considera a possibilidade de dor nestas situações!!!

Cão submetido à cirurgia sem o controle de dor pós operatório adequado. Nota-se que está sentado e não consegue se dei…

FOGOS DE ARTIFÍCIO ASSUSTAM SEU CÃO?

Imagem
Fogos de artifício podem ser divertidos para os seres humanos, mas para nossos cães geralmente não.
A reação de pavor e desespero dos cães quando ouvem fogos de artifício se deve ao fato de que possuem uma audição mais sensível do que o homem, além dos mesmos produzirem um odor desagradável, resultando em uma experiência intensa de som e odor.  Durante esse momento pode ocorrer aumento da liberação de adrenalina e cortisol, elevando a frequência cardíaca,  pressão arterial e estresse.   O estresse decorrente dos fogos de artifício é diferente daquele que o seu cão tem com um dia de tempestade, pois nessas condições consegue perceber os ventos e mudanças de pressão. Já com os fogos, o estresse é súbito e leva a reações imprevisíveis.  Alguns cães podem não ter reação de medo com fogos de artifício, talvez porque foram expostos desde jovens e entendem que não é uma ameaça ou ainda tem grande facilidade de adaptação às mudanças das condições externas.  Você pode ir adaptando o seu cão ao…

I SIMPÓSIO DE DOR EM VETERINÁRIA PELA SBED

Imagem
AGORA A MEDICINA VETERINÁRIA TEM UM COMITÊ DE ESTUDOS SOBRE DOR EM ANIMAIS PELA SBED - SOCIEDADE BRASILEIRA PARA ESTUDO DA DOR. 

PARTICIPE! DIVULGUE!



Curso de atualização em dor em pequenos animais

Imagem
Dor aguda. Dor crônica decorrente ou não do câncer..... Opioides, Aines, adjuvantes...... Venha entender um pouco sobre a dor e o seu tratamento em cães e gatos. Saiba mais em: http://www.fisioanimal.com/curso-de-atualizacao-em-dor/
Imagem
A castração  é um método eficaz no controle populacional de cães e gatos, sem comprometer os direitos e  bem-estar dos mesmos. Infelizmente, esse controle populacional precisa ser ampliado, a fim de prevenir que esses animais sejam abandonados nas ruas, sujeitos a maus tratos, atropelamentos, fome e frio, além de serem suscetíveis a doenças graves e de fácil proliferação, como a raiva e a leptospirose, que inclusive são zoonoses. Castrar ou não castrar? Eis a questão....... Desde que realizada por um médico veterinário de confiança e em condições adequadas, com certeza a resposta é SIM para a questão.
Leia um pouco mais sobre o assunto e tire suas próprias conclusões no informativo especial formulado pelo CRMV de São Paulo. E depois converse com o seu veterinário!

http://www.crmvsp.gov.br/informativos/Info_crmv_66.pdf

I CURSO DE ATUALIZAÇÃO EM DOR EM PEQUENOS ANIMAIS

Imagem
Profissionais e estudantes de veterinária: saibam como identificar, mensurar e tratar a dor em cães e gatos. Seus pacientes agradecem!
Saibam mais em http://www.fisioanimal.com/curso-de-atualizacao-em-dor/