FOGOS DE ARTIFÍCIO ASSUSTAM SEU CÃO?

Fogos de artifício podem ser divertidos para os seres humanos, mas para nossos cães geralmente não.

A reação de pavor e desespero dos cães quando ouvem fogos de artifício se deve ao fato de que possuem uma audição mais sensível do que o homem, além dos mesmos produzirem um odor desagradável, resultando em uma experiência intensa de som e odor.  Durante esse momento pode ocorrer aumento da liberação de adrenalina e cortisol, elevando a frequência cardíaca,  pressão arterial e estresse.  
O estresse decorrente dos fogos de artifício é diferente daquele que o seu cão tem com um dia de tempestade, pois nessas condições consegue perceber os ventos e mudanças de pressão. Já com os fogos, o estresse é súbito e leva a reações imprevisíveis. 
Alguns cães podem não ter reação de medo com fogos de artifício, talvez porque foram expostos desde jovens e entendem que não é uma ameaça ou ainda tem grande facilidade de adaptação às mudanças das condições externas. 
Você pode ir adaptando o seu cão ao barulho dos fogos desde jovem (a partir dos 3 meses de idade). Fazê-lo ouvir gravações,  elevando-se o volume gradativamente enquanto o recompensa com petiscos pode ser uma solução a longo prazo. 
Pode-se, ainda, brincar com o animal usando o seu brinquedo predileto ou colocá-lo em um ambiente o mais calmo possível, fechando janelas e tocando uma música tranquila.
Algumas vezes é necessário a ajuda de medicamentos para acalmar o seu cão. Nesse caso, consulte o seu veterinário para melhor orientação. 
A coisa mais importante que você pode fazer para seu cão nos dias comemorativos com fogos de artifício é manter a calma. Nada de ficar fazendo um barulho maior ainda ou reforçando o medo, pois o seu amigo vai ficar mais estressado. Lembre-se de que ele confia em você..... então mostre-se calmo e relaxado para tranquilizá-lo de que não existe um perigo real. 
Boa comemoração.
Feliz 2018 para você e seu cão.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Quetamina e o controle da dor